A nossa parede ficou mais rica




Há muito tempo que queríamos experimentar um dos workshops da Claraboia | Atelier de Expressão Artística para Crianças. A M. adora desenhar e pintar e sempre achámos que ela ia delirar com uma experiência destas. Por uma razão ou por outra, ainda não tínhamos conseguido fazê-lo. No fim-de-semana passado, os astros lá se conjugaram e ela foi fazer um workshop para Pequenos Grandes Artistas, sobre o pintor Hundertwasser.

A Claraboia é um espaço lindo, cheio de luz, onde se respira liberdade e criatividade. A Catarina é amorosa e põe toda a gente imediatamente à vontade. Sentimo-nos em casa.




Durante duas horas, as crianças puderam explorar à vontade com lápis e pincéis, tendo as obras do pintor a servir-lhes de inspiração mas sem nunca se sentirem condicionadas pelo que a imaginação as impelia a passar para o papel. Experimentaram vários materiais e vários formatos. Desenharam e pintaram ao seu ritmo. Sem qualquer pressão. De tempo, de forma, de perfeição.

A M., que entrou lá tímida e algo insegura por ser a primeira vez e não conhecer ninguém, saiu de lá a perguntar quando era o próximo. Por ela, voltava todas as semanas.




Já em casa, no dia seguinte, pediu para voltar a pintar. Escolheu uma das obras do Hundertwasser no iPad, colocou à sua frente e começou a desenhar. Enquanto desenhava, repetia as palavras que ouviu da Catarina. “Cada um desenha à sua maneira” - funcionou como um mantra libertador para qualquer engano que acontecesse. Desenhou com lápis de carvão, contornou com caneta preta, pintou com lápis de aguarela e passou o pincel molhado por cima.

Queríamos que fosse dormir, mas ela não queria parar. Estava cansada, mas tão entusiasmada que só parou quando percebeu que as mãos já não obedeciam de forma segura e os traços saíam mais tremidos do que queria. Lá foi dormir depois de lhe prometermos que não arrumávamos nada e que estaria tudo intacto, à espera dela, em cima da mesa, quando acordasse no dia seguinte.

Assim que abriu o olhos, disse que precisava de acabar a pintura. Terminou tudo enquanto eu preparei o pequeno-almoço. Coloquei numa moldura e foi direitinho para a parede da sala, onde terá o destaque que merece. Eu acho que está perfeito! Especialmente porque tudo o que ela é está ali, cheio de cor.




Esta é uma ótima atividade para fazer com miúdos. Procurem um pintor apelativo e inspirador e permitam-lhes explorar a criatividade livremente. Depois emoldurem os trabalhos e exponham lá em casa (na sala ou nos quarto deles) para que eles se sintam orgulhosos do esforço que fizeram. A nossa casa tem trabalhos deles espalhados um pouco por todo o lado. De vez em quando, vamos trocando, renovando e, claro, nem todos dão para aproveitar. Mas sentimos que tê-los ali, dispostos em lugar de destaque, enriquece-nos como família. E fá-los sempre sentir vontade de darem o seu melhor em tudo o que fazem.



© 2019 Miúdos Feitos de Liberdade